Análise da Produção e Estatística

Entre os dias 23 e 30 de outubro o Setor de Controle Interno e Planejamento implantou uma nova atividade que denominamos de Análise da Produção e aplicou treinamento sobre Estatística em todas as 17 Unidades Operacionais.

 

Análise da Produção

O sucesso empresarial está diretamente ligado na alta produtividade e qualidade dos serviços que são prestados, no caso da nossa Instituição por meio dos serviços que oferecemos nos programas saúde, educação, lazer, cultura e assistência. A produção é o ponto central, pois é por meio dela que atraímos os nossos clientes, que trazem a nossa receita própria. Seria incorreto dizer que é a área mais importante, pois nenhum setor funciona sem o outro, mas nenhum funcionaria sem a produção, ou seja, ela é essencial!

Pensando em trazer o assunto Produção para o nosso cotidiano, motivado pela sua importância, o Setor de Controle Interno e Planejamento implantou mais uma atividade, denominada Análise da Produção, que possui metodologia fundamentada no monitoramento mensal do que estamos produzindo, por meio de uma análise escrita sobre a diferença entre o que planejamos produzir em quantidade e o que produzimos de fato.

O monitoramento mensal possibilitará ao Gestor e equipe da Unidade Operacional a identificação da necessidade de criação de um Plano de Ação para trazer a sua produção para o centro da meta (quantidade planejada), caso seja necessário. Além disso, registraremos mensalmente análises por escrito que auxiliarão na elaboração do Relatório Anual de Gestão – RAG.

Possibilitará também conhecermos mais profundamente se temos capacidade ociosa de produção, quais são nossas dificuldades para produzir e qual a nossa capacidade total de produção. Conhecendo melhor todos esses eventos, teremos serenidade e condição para alavancarmos as nossas receitas, num trabalho realizado por toda a equipe do Sesc-ES.

 

Estatística

O Sesc presta serviço por meio dos programas educação, saúde, cultura, lazer e assistência, em todo o Brasil. Aqui no Sesc-ES, por exemplo, prestamos serviços de educação por meio de 6 escolas situadas em 6 municípios diferentes. No programa saúde, atividade saúde bucal, prestamos serviços por meio de 7 clínicas odontológicas situadas em 6 munícipios diferentes. No programa lazer, realização turismo social, prestamos serviços por meio de 3 hotéis situados em 3 municípios diferentes, além de vários outros serviços que prestamos em todo estado do Espírito Santo.

Agora vamos imaginar quantas escolas, clínicas odontológicas e hotéis, o Sesc possui espalhados por todo o território nacional, são muitos! Provavelmente somos a maior empresa de educação do Brasil, a maior empresa de odontologia do Brasil e a maior rede de hotelaria do Brasil.

Mas como o Sesc faz para todos os Regionais (em todos os estados brasileiros) apurarem suas produções de forma igualitárias, promovendo fidedignidade e transparência nas demonstrações do que estamos prestando de serviço a clientela preferencial e sociedade em geral, que é o nosso objetivo, pela contrapartida de recebermos a receita compulsória?

A palavra estatística que tem origem no latim, significa “estado”, momento e tem como objetivo registrar dados a fim de demonstrar uma determinada situação. Para registrar os dados, o Referencial Programático do Sesc contempla premissas que permitem uma padronização conceitual e de critérios que preserva a unicidade normativa e possibilita o detalhamento descentralizado da programação nos âmbitos local, estadual e nacional, caso contrário, se cada Regional registrasse sua produção de forma peculiar, não teríamos como publicar a nossa produção consolidada (todo o país) e, além disso, poderíamos ser severamente questionados pela sociedade e órgãos fiscalizadores sobre as nossas demonstrações de resultados, pois seriam vistas como incoerentes.

A fim de aprofundar os nossos conhecimentos sobre este assunto, o Setor de Controle Interno e Planejamento promoveu entre os dias 23 e 30 de outubro um treinamento presencial com a participação de 65 empregados e gestores, onde abordou os assuntos: Referencial Programático, Estatística, Programa de Comprometimento a Gratuidade – PCG e Relatório Anual de Gestão – RAG.

 

Caso queira mais informações sobre estes assuntos ou outros coordenados pelo Setor de Controle Interno e Planejamento, entre em contato diretamente com os empregados Breno Giuberti, David Paixão Penha ou Regina Célia Marins Marques.

Compartilhar
Comentários