Veja a programação de março do Centro Cultural Sesc Glória

Março começou e a programação de eventos traz diversas opções de espetáculos, concertos, mostras de cinema, de vídeo arte, sessões com clássicos do cinema, oficinas de artes cênicas, de artes visuais, editais para grupos e artistas interessados em se apresentar nos Teatros Glória e Virgínia Tamanini e bate-papo literário. Que tal ver o que acontecerá no Centro Cultural Sesc Glória?

MÚSICA

Sonhos de inverno

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses)

Regência de Leonardo David e participação do solista convidado Diego Adinolfi, violino.

O programa que será apresentado contará com clássicos como: Mendelssohn

– Concerto para violino, em mi menor, Op. 64. Tchaikovsky – “Sonhos de inverno”

Sinfonia nº 1, em sol menor, Op. 13. E Beethoven – Sinfonia n.º 1, em dó maior, Op. 21.

11 e 12/3, às 20h, no Teatro Glória. Ingressos: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia e comerciários) e R$ 6 (conveniados e comerciantes) · 12 anos

 

CENA LOCAL

Abajur Cor de Carne – Cartografia pela Dança

Coletivo Emaranhado

Segundo dados do Mapa da Violência, o Espírito Santo é o estado onde mais se

matam mulheres, sendo que, as mais atingidas pela violência, são as mulheres negras.

Sabe-se, também, que os corpos que possuem gêneros fluidos e não binários

também sofrem com essas brutalidades. Porém, para que possamos ter um mundo

em que todos sejam livres e possam ser quem são, é necessário que a luta contra a

violência seja de todos – e é.

14/3, às 19h30, no Teatro Glória. Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 12 (conveniados e comerciantes) e R$ 10 (meia e comerciários) · 12 anos

 

ESPETÁCULO INFANTIL

A Pequena Sereia

Dourado Eventos

Ariel é uma linda e adorável sereia, que vive em um paraíso submerso com seu pai, o rei Tritão. Apesar de viver no mar, ela é fascinada pela vida em terra firme, principalmente depois de ter salvado a vida de um belo príncipe. Assim, ignorando os avisos de seu melhor amigo, Linguado e do hilariante cantor de reggae, Sebastião, Ariel

faz um acordo com Úrsula, a terrível bruxa dos mares, que, em troca da linda voz da

pequena sereia, a transforma em humana. Mas, o que parece um sonho tornando-se

realidade, passa a ser uma corrida contra o tempo, na qual Ariel precisa conquistar o

amor do príncipe e salvar o reino de seu pai.

15/3, às 17h, no Teatro Glória. Duração: 1h. Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 24 (comerciantes e conveniados) e R$ 20 (meia e comerciários) · Livre

 

CENA LOCAL

Cinzas de um Carnaval

Repertório Artes Cênicas e Cia. Grupo Z de Teatro

Após apresentar seu desfile sobre a história do local, a Escola de Samba Unidos

Independentes do Centro da Cidade perde o carnaval e é rebaixado. No barracão,

é hora de se confrontar com a derrota. Mas é tempo, sobretudo, de pensar o ano

seguinte e a volta por cima. É tempo de montar o novo carnaval – mas lidando, ao

mesmo tempo, com as restrições orçamentárias, com as possibilidades de censura,

com a realidade de um Estado cada vez mais coercitivo, cuja violência vai entrando

em nossas vidas. É possível fazer um desfile alheio a tudo isso? O espetáculo foi criado

em conjunto pela Repertório Artes Cênicas e Cia. Grupo Z de Teatro.

20 e 21/3, às 19h30; 22/3, às 18h, no Teatro Virgínia Tamanini. Duração: 50`

Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 12 (conveniados e comerciantes) e R$ 10 (meia e comerciários) · 12 anos

 

ESPETÁCULO INFANTIL

Moana, O Musical

Miller Produções (MG)

Embarque nesta aventura em alto mar! Moana não gosta de ser chamada de Princesa,

diz apenas que ela é a” filha do chefe”, mas não foge da sua responsabilidade. Sua

aldeia sofre uma terrível maldição que afeta diretamente o solo e o mar. Escassos

frutos e peixes a destemida filha do chefe resolve atravessar os recifes e salvar suas

terras. E Moana é escolhida pelo mar para ir atrás do semideus Maui que roubou o

coração da terra. Venha se divertir com a gente.

22/3, às 16h, no Teatro Glória. Duração: 1h · Livre · Ingressos: Plateia e mezanino: R$ 60 (inteira), R$ 36 (comerciantes e conveniados) e R$ 30 (meia-entrada e comerciários). Balcão: R$ 40 (inteira), R$ 24 (comerciantes e conveniados) e R$ 20 (meia-entrada e comerciários).

 

MUSICA

Sonhos de inverno

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses)

SÉRIE PRÉ-ESTREIA: Beethoven 250 anos

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses)

Em comemoração aos 250 anos de nascimento de um dos maiores compositores,

Ludwig van Beethoven, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) preparou dois

concertos especiais que vão encantar o público, sendo o primeiro: Série Pré-Estreia e

o segundo, Série Concertos Sinfônicos. Ambos serão sob a regência do maestro Luis

Fernando Malheiro e terão a participação da solista convidada, Linda Bustani (piano).

25 e 26/3, às 20h, no Teatro Glória. Duração: 1h. Ingressos: R$ 10 (inteira), R$ 6 (conveniados e comerciantes) e R$ 5 (meia e comerciários) · Livre

 

CENA MUSICAL

Pré-lançamento do Songbook Fora do Eixo

Carlos Papel

Na véspera do seu aniversário de 68 anos, o compositor Carlos Papel apresenta umshow comemorativo delicado e intimista, no formato acústico, com os músicos Potiguara Menezes e Dora Dalvi. O público poderá escutar canções que atravessam a carreira do artista num repertório que reúne novas versões para composições conhecidas e algumas inéditas, transitando na diversidade de gêneros musicais como samba, choro, toada, baião, ijexá, funk e jazz, uma marca da sua personalidade musical.

28/3, às 19h, no Teatro Virgínia Tamanini. Duração: 60`. Ingressos: R$ 40 (inteira); R$ 24 (comerciantes e conveniados) e R$ 20 (meia e comerciários) · Livre

 

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES CÊNICAS

 Oficina Corpo Livre

Gabriela Moriondo

Corpo Livre é uma oficina que pretende ampliar as possibilidades do corpo em relação a si mesmo, a outros corpos e ao espaço, na construção de um corpo autêntico, livre e criativo. A partir de exercícios teóricos e práticos de improvisação, experimentação, investigação, reflexão e criação, trabalhados em grupos e individualmente, serão analisadas as possibilidades do movimento no desenvolvimento de poéticas individuais, autônomas e criativas dos corpos de forma intrapessoal e interpessoal. As aulas serão nos meses: Março: 17, 19, 24, 26 e 31/3 Abril: 2, 7, 9, 14, 16, 23, 28 e 30/4 Maio: 5, 7, 12, 14, 19, 21, 26 e 28/5 Junho: 2, 4, 9, 16, 18, 23, 25 e 30/6 Julho: 2/7. As aulas terão início em março. Das 19h  às 21h, na Sala de Dança Maria Lúcia Calmon. Duração: 2h Taxa: R$ 80 (inteira) e R$ 64 (20% de desconto para comerciários) · Público alvo: Jovens e adultos interessados em dança.

Não é necessária experiência prévia para participar da oficina · 30 vagas · Inscrições: http://bit.ly/Oficina_corpolivre (27/2 a 15/3) · a partir de 16 anos · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é necessário efetuar o pagamento da taxa. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de

desconto no valor da taxa.

 

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES CÊNICAS

Oficina Teatro para Crianças

Alê Bertolli

Buscando aproximações entre a brincadeira e a atividade teatral, a oficina promoverá

a experimentação lúdica a partir de elementos básicos do Teatro. Utilizando

a experiência e a imaginação de cada participante como ponto inicial do processo

criativo, promoverá um espaço onde as crianças possam explorar o imaginário, a

criatividade e o fazer colaborativo. Brincar de fazer Teatro. Experimentar o corpo

no espaço utilizando recursos como música, poemas, pinturas e objetos diversos.

Participar de jogos dramáticos e improvisações, criando situações e buscando

soluções por si mesmos (as). Assim, a oficina visa o desenvolvimento integral da

criança e a potencialização das habilidades individuais, já existentes, para o fazer

coletivo. As aulas serão nos meses de março: 18, 20, 25 e 27/3; abril: 1, 3, 8, 15, 17,

22, 24 e 29/4; maio: 6, 8, 13, 15, 20, 22, 27 e 29/5; junho: 3, 5, 10, 12, 17, 19, 24 e

26/6 e julho: 1 e 3/7.

As aulas terão início em março. Das 18h às 20h, na Sala de Dança Maria Lúcia Calmon. Duração: 2h

Taxa: R$ 80 (inteira) e R$ 64 (20% de desconto para comerciários) ·

Público alvo: Crianças de 7 a 10 anos · 20 vagas · Inscrições: http://

bit.ly/Teatro_Criancas2020 (27/2 a 15/3) · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é

necessário efetuar o pagamento da taxa. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de desconto no valor da taxa.

 

PROJETO DIÁRIO DO HOSPÍCIO

Oficina Publicação de textos em domínio público

Werllen Castro e Felipe Gomes

Os designers Werllen Castro e Felipe Gomes abordam questões gráficas, como especificações de materiais e escolhas de composição e layout, a partir do processo de publicação do livro Diário do Hospício, obra do escritor Lima Barreto (1881-1922), em uma reedição ilustrada pelo artista capixaba Luciano Feijão.

Trata-se de uma oficina teórica, de caráter instrucional.

Felipe Gomes é pós-graduado em Gerenciamento de Projetos (MBA) pela Fundação Getúlio Vargas e bacharel em Desenho Industrial pela Universidade Federal do Espírito Santo. Atua como produtor e designer especializado em projetos de arte e cultura.

Werllen Castro é designer gráfico formado pela Universidade Federal do Espírito Santo e especializado no desenvolvimento de projetos gráficos para publicações editoriais. 20/3, às 14h, na Sala da Palavra Milson Henriques. Duração: 4h · Gratuito · Público alvo: interessados em publicação editorial · 25 vagas · Inscrições: bit.ly/diariodohospicio (7 a 17/3) · 16 anos

 

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES VISUAIS

Curso de Serigrafia

Raphael Genuino

O curso oferece uma experiência prática com a Serigrafia, técnica que permite produzir imagens por meio do processo fotossensível. Não é necessário conhecimento prévio sobre a técnica.

Raphael Genuino possui graduação em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (2011). Mestre em Artes pela mesma instituição em 2016 (linha de pesquisa: Nexos entre Arte, Espaço e Pensamento), tem experiência na área de Artes, com ênfase em Serigrafia, Fotografia e Cinema.21, 28/3 e 4/4, às 14h, no Ateliê de Artes Visuais. Duração: 4h. Taxa: R$ 30 · Público alvo: Jovens

18 vagas · Inscrições: bit.ly/serigrafiasescgloria (de 4 a 15/3) · 16 anos · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é necessário efetuar o pagamento na recepção. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de desconto no valor.

 

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES VISUAIS

Oficina de Criatividade

Ercília Stanciany

A artista Ercília Stanciany (Contagem/MG, 1970) irá propor práticas e processos criativos a partir de sua história pessoal e de sua experiência artística, tendo como aliados os desdobramentos de sua primeira exposição individual, “A Maré da Vida”, realizada no Sesc Glória em 2018, e a residência artística no Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea em 2019.

A oficina é um misto de técnicas artísticas e práticas alternativas usadas por Ercília, que despertam a sensibilidade e a memória afetiva a partir de composições que utilizam costura e materiais reaproveitados, como retalhos e outros elementos. Ao todo serão 4 oficinas ao longo do ano, voltadas a públicos distintos (crianças, 16+, adultos e 60+), sendo esta a primeira edição.

Ercília Stanciany é graduada em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Trabalha na interface entre a arte e a sustentabilidade. Desenvolve objetos com técnica mista e xilogravura, incluindo em seu processo criativo objetos reaproveitados e sucata, matéria-prima com a qual trabalhou durante anos para tirar o seu sustento.

21/3, sábado, às 14h, na Sala de Canto Coral. Duração: 4h. Ingressos:  R$ 10 · 20 vagas · Inscrições: bit.ly/ visuais1sescgloria (de 10 a 17/3) · 10 a 14 anos · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é necessário efetuar o pagamento na recepção. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de desconto no valor da taxa.

 

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES CÊNICAS

Oficina de Iniciação Teatral

Winny Rocha

A oficina tem como proposta a aproximação do participante com a linguagem teatral a partir da prática de jogos e outras técnicas das artes cênicas. Baseia-se na experimentação de elementos como a corporeidade, música, figurinos, objetos, cenografia e dramaturgia como indutores para a improvisação teatral. Utilizará o repertório das culturas afro-brasileiras para a formação da presença e do discurso cênico. As aulas serão nos dias 21 e 28/3, 4, 11, 18 e 25/4, 2, 9, 16, 23 e 30/5, 6, 13, 20 e 27/6. As aulas terão início em março. Aulas das 9h às 13h, na Sala de Dança Maria Lúcia Calmon. Duração: 4h

Taxa de inscrição: R$ 80 (inteira) e R$ 64 (20% de desconto para comerciários) ·

Público alvo: Pessoas interessadas em teatro · 30 vagas ·

Inscrições: http://bit.ly/IniciacaoTeatral_2020 (27/2 a 15/3) · a partir 16 anos · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é necessário efetuar o pagamento da taxa. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de desconto no valor.

 

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES VISUAIS

Oficina de Ilustração para Crianças

Thiago Egg

Uma oficina dedicada às crianças e à imaginação. Seres fantásticos surgem no papel, a partir de um bate-papo sobre ilustração e de experimentações individuais e coletivas, com muita cor e criatividade. A proposta estimula a expressão visual e a percepção das crianças por meio da interação de diversos olhares e da criação de novas possibilidades. É obrigatória a presença de um adulto responsável pela criança durante a atividade.

Thiago Egg é ilustrador e designer gráfico paulistano com mais de 18 anos de carreira. Possui experiências no mercado de cinema e home video, games e editorial. É um entusiasta e apaixonado por quadrinhos. Em 2015, começou a publicar de forma independente as suas HQs e a participar de eventos como a CCXP, SINAV, FIQ, entre outros. Atualmente trabalha com publicidade e ilustração.

21 e 28/3, às 14h, no Banco de Textos; duração: 3h. Ingressos: R$ 15 ·

Público alvo: de 6 a 9 anos · 15 vagas

  • Inscrições: bit.ly/visuais2sescgloria (10 a 17/3) · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é necessário efetuar o pagamento na recepção. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de desconto no valor da taxa.

 

CICLO DE FORMAÇÃO EM ARTES CÊNICAS

Oficina de Iniciação à Palhaçaria: De Dentro pra Fora

Liko Barreto

De Dentro pra Fora é uma oficina que pretende desenvolver habilidades para a descoberta e aprimoramento da máscara do palhaço. Através de jogos e exercícios cênicos, criar um espaço de vivência e reflexão sobre o arquétipo do palhaço e sua forma potente de transformação humana e social. As aulas serão nos meses de março

21 e 28/3; abril: 4, 11, 18 e 25/4; maio: 2, 9, 16, 23 e 30/5 e junho: 6, 13, 20 a 27/6.

As aulas terão início em março. Serão aos sábados, das 14h às 18h; duração: 2h;

Ingressos: R$ 80 (inteira), R$ 64 (20% de desconto para comerciários) ·

Público alvo: Atores, atrizes, palhaços, palhaças e artistas circenses

30 vagas · Inscrições: http://bit.ly/Oficina_Iniciacao_Palhacaria

(até 15/03) · a partir de 16 anos · Obs.: Para que sua inscrição seja validada é necessário efetuar o pagamento da taxa. Apresentando a carteirinha do Sesc, comerciários terão 20% de desconto no valor da taxa.

 

PROJETO DIÁRIO DO HOSPÍCIO

Oficina de Desenho | Diário do Hospício

Luciano Feijão

Prática de curta duração com o ilustrador e artista visual Luciano Feijão, com base no processo criativo das ilustrações desenvolvidas para a edição ilustrada do livro Diário do Hospício, obra do autor Lima Barreto (1881-1922). Luciano Feijão é professor, artista visual, ilustrador, coordenador do Núcleo de Pesquisa em Ilustração Editorial (Nupie), mestre em Artes pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e idealizador do Seminário de Ilustração e Narrativas Visuais (Sinav), que ocorre desde de 2016 no Centro Cultural Sesc Glória.

25/3, às 14h, no Ateliê de Artes Visuais 4h · Gratuito · Público alvo: Artistas e interessados em desenho · 15 vagas · Inscrições: bit.ly/diariodohospicio (7 a 17/3) ·  16 anos.

CINEMA

PROGRAMAÇÃO CINESESC GLÓRIA

Preparamos programações especiais para o público de nossas salas de cinema e frequentadores do Centro Cultural Sesc Glória. Participaremos de circuitos nacionais do Sesc, exibindo Mostras que estarão circulando o Brasil. Neste mês de março, o destaque do CineSesc Glória será a Mostra Mulheres no Protagonismo. Participe!

Mostra Mulheres no Protagonismo

Visages, Villages, de Agnès Varda e JR

(DOCUMENTÁRIO, FRANÇA, 2016, 96′, COR) O documentário retrata uma experiência fotográfica e cinematográfica de dois talentos mundialmente reconhecidas por questionarem a cultura da exibição das imagens: Agnès Varda, cineasta, e JR, fotógrafo e criador de galerias e exposições fotográficas ao ar livre. Juntos, eles viajam por regiões da França bem longe dos centros urbanos, com um caminhão que captura imagens de forma mágica.

12, 18, 24 e 29/3, às 18h30 · Gratuito · 10 anos

 

Promessas ao Amanhecer, de Eric Barbier

(DRAMA BIOGRÁFICO, FRANÇA, 2017, 131′, COR) Desde sua infância na Polônia até a adolescência em Nice; de seus anos de estudante em Paris ao período de seu treinamento como piloto durante a II Guerra Mundial; Romain Gary atribui a vontade de viver intensamente à sua mãe, Nina. É a força desse amor que o consagra como um dos mais famosos romancistas franceses e o único escritor a vencer o Prêmio Goncourt pela literatura francesa duas vezes, porém essa devoção também se torna um fardo em sua vida.

13, 19, 25 e 31/3, às 18h30 · Gratuito · 14 anos

 

Hannah, de Andrea Pallaoro

(DRAMA, FRANÇA, BÉLGICA E ITÁLIA, 2016, 95′, COR) Hannah é uma mulher de terceira idade que divide-se entre as aulas de teatro, a natação e o trabalho como empregada doméstica. Quando o marido vai preso, ela não tem alternativa a não ser a solidão e tenta refazer laços perdidos com descendentes, mas há um segredo na família que dificulta seu relacionamento com terceiros.

14, 20 e 26/3, 1/4, às 18h30 · Gratuito · 12 anos

 

O Poder de Diane, de Fabien Gorgeart

(COMÉDIA, FRANÇA, 2017, 1H27M’, COR) Diane é uma jovem mulher perdida na vida. Entre uma festa e outra, ela decide servir como a barriga de aluguel para Thomas e Jacques, um casal de amigos muito próximo. Durante a gestação, ela se muda para a casa dos avós no campo e conhece Fabrice, um eletricista local. Enquanto ela se prepara para dar a luz, os dois iniciam um romance improvável.

15, 21 e 27/3, às 18h30 · Gratuito · 12 anos

 

Libertem Angela Davis, de Shola Lynch

(DOCUMENTÁRIO, FRANÇA E EUA, 2011, 97′, COR) Este documentário retrata a vida de Angela Davis, uma professora de filosofia nascida no Alabama, e conhecida por seu profundo engajamento em defesa dos direitos humanos. Quando Angela defende três prisioneiros negros nos anos 1970, ela é acusada de organizar uma tentativa de fuga e sequestro, que levou à morte de um juiz e quatro detentos. Nesta época, ela se tornou a mulher mais procurada dos Estados Unidos. Ainda hoje, Angela é um símbolo da luta pelo direito das mulheres, dos negros e dos oprimidos.

17/3, às 18h; 22 e 28/3, às 18h30 · Gratuito · 12 anos

 

SESSÕES INFANTIS

A Raposa Má, de Benjamin Renner e Patrick Imbert

(ANIMAÇÃO, FRANÇA, 2017, 80′, COR) Um grupo de agitados animais está em crise de identidade: a raposa pensa ser um frango, o coelho está certo de que é uma cegonha e o pato passa os dias sonhando em substituir o Papai Noel. O campo nunca esteve tão distante da paz e da tranquilidade que todos almejam quando vão tirar férias por lá.

7, 15, 21 e 29/3, às 14h30 · Gratuito · Livre

 

CLÁSSICOS DA ANIMAÇÃO

A Pequena Sereia, de Ron Clements e John Musker

(Fic, EUA, 1989, 1’23”, Cor) Ariel é uma sereia princesa de dezesseis anos de idade insatisfeita com a vida no fundo do mar e curiosa sobre o mundo na terra. Ela se apaixona por um príncipe humano e faz um acordo com a bruxa do mar para transformar- se em humana.

8, 14, 22 e 28/3, às 14h30. Ingressos: R$ 6 (inteira); R$ 3,60 (comerciantes e conveniados) e R$ 3 (meia e comerciários) · Livre

 

Mostra de Vídeo Arte FDA – Fita de Artista: Experimentos em Arte Eletrônica

A Mostra de Vídeo Arte FDA – Fita de Artista – Experimentos em Arte Eletrônica é um projeto que reúne trabalhos de vídeo-arte do período clássico dessa mídia, sendo a maioria da década de 70, 80 e 90. O programa busca oferecer uma perspectiva diacrônica da trajetória artística, crítica e fatual do uso da tecnologia de vídeo no Brasil e outros países com produção expressiva, como Estados Unidos e Alemanha.

Com curadoria de Lobo Pasolini, FDA – Fita de Artista será exibida na Sala de Cinema Marien Calixte em dois programas diários (18h às 19h30) apresentados pelo curador. Lobo Pasolini (Colatina/ES, 1969) cresceu em Vila Velha e cursou jornalismo na Universidade Federal do Espírito Santo – Ufes. Em 1996 radicou-se em Londres para estudar Teoria de Cinema e Televisão e desde então atua como jornalista, videomaker e curador. Contribuiu com um conto para a antologia New Century New Writing (Millivres, 2000). Já publicou A Ida (romance, 7Letras, 2007) e Ponto de Fuga (contos, 2016, Lei Rubem Braga/PMV).

Mostra de Vídeo Arte FDA : Programa 1 – Vídeo/media remix (60’45”)

Technology/Transformation: Wonder Woman, de Dara Birnbaum

(1978, 7′) Trabalho seminal da vídeo-arte pioneira, nele Birnbaum faz um remix feminista de um produto pop da época (a série de TV ‘Mulher Maravilha’) utilizando das possibilidades tecnológicas do vídeo (re-edição, repetição) para sublinhar a ideologia de opressão das mulheres.

Malerei deckt zu, Kunst deckt auf (Pintura cobre, arte revela), de Kriesche-Richard

(1977, 3’11”) Vídeo feito para o canal de TV alemão ZDF, Kriesche repete três vezes, dentro e fora da tela, e por fim dentro da tela, o que o título do vídeo sugere. Kriesche diz que seu projeto é uma análise dos planos de realidade. A ação demonstra como acomunicação de TV é suscetível a manipulação.

William e Fátima, de Rafael Scaggion

(2002, 1′) A dinâmica televisual do então casal número um do noticiário brasileiro é

desconstruída e saturada.

 

R$6.66, de Brócolis VHS

(2002, 1′) Uma sátira do fluxo do capitalismo televisual e uma ilustração de como o consumismo está literalmente enlarguecendo as cinturas da sociedade moderna.

 

The Peace Tape, de Paper Rad

(2008, 4′) Uma montagem frenética com ‘found video’ (imagens encontradas) de programas de TV para crianças, da Internet e decoradas com animação flash. O resultado final é uma espécie de apoteose da overdose midiática a que somos submetidos por tantas janelas digitais. O resultado é simultaneamente extasiante e exaustivo.

Pfingster, de Norbert Meisnner

(1989, 6’39”) Uma imagem de uma apresentadora de TV é a dobradiça que segura essa exploração visual das ferramentas do vídeo eletrônico como forma de transformar a TV em uma experiência lisérgica, quase espiritual e extremamente estética.

Museu Invisível, de Romy Pokstazuk

(2008, 6’24”) Neste projeto, Pokstazuk recicla imagens de TV para as reconfigurar, ironizar e dar a elas um novo lugar no mundo saturado de imagens.

Xuxa em Chamas, de A Revolução Não Será Televisada

(2002, 1’59”) Praticamente um ready-made, esse vídeo do coletivo A Revolução Não Será Televisada se apropria de imagens do programa da apresentadora de TV Xuxa quando um número de dança é interrompido por um incêndio no estúdio. Desacelerado, esse fragmento revela a rapidez da criação e da destruição da imagem.

Logos auf Schwar, de Daniel Pflumm

(1992, 33’22”) Pflumm faz uma colagem cinética de rótulos de corporações, reduzindo-

os a sua unidade estrutural mais básica e criando uma espécie de balé eletrônico com os símbolos do capitalismo. Tudo isso ao som de uma batida eletrônica minimalista que alude ao ritmo acelerado do consumo e dos avanços tecnológicos.

6 e 10/3, às 18h; 8/3, às 19h30 · Gratuito

 

Mostra de Vídeo Arte FDA: Programa 2 – Vídeo/conceitual (63’30”)

Alguma Coisa que Eu Manipule Inteira, de Izabela Pucú

(2001, 5’33”) O processo de criação de uma esfera oca de barro, onde a diferença entre começo e fim é feita tênue e o objeto pode ser indefinidamente reconstruído.

 

Head, de Sheryl Donega

(1993, 2’57”) Uma performance onde uma simulação lúdica, ao som de uma faixa pós-punk, é transformada em uma coreografia debochada de feminismo da era Girl Power.

Quimanguinada, de Ruth Slinger

(1982, 2’50”) O simples ato de comer uma manga se torna um gesto existencial de ironia e prazer. O vídeo é performado pela própria autora.

Blinky The Friendly Hen, de Bruce e Norman Yonemoto

(1988, 15’30”) Baseado no livro homônimo do artista Jeffrey Vallance, que faz homenagem aos bilhões de aves mortas para consumo humano e costurado com uma dose mordaz de ironia e sarcasmo com a cultura do consumo, da qual o supermercado é um dos grandes símbolos.

Sem Título, de Bruno de Carvalho

(2003, 1’48”) Uma performance em tempo real onde um homem enterra um aparelho de televisão ligado, observando as relações entre destruição e renascença.

Morfas, de Regina Silveira

(1981, 6’50”) Parte de uma série multimídia de Silveira na qual a artista deformas imagens de objetos presentes no quotidiano.

Video theorie, de Dellbrügge e de Moll

(1992/93, 25’30”) Video Theorie é feita de 4 partes, cada uma lidando com o ciclo fechado do trabalho e a produção de discurso de formas visuais diversas, usando teoria de mídia como recurso de produção artística. O resultado é um híbrido que oscila entre animação, colagem, comentário. O fluxo reformável dos discursos não é apenas conceitual, mas fisicamente aparente.

6 e 8/3, às 19h30; 9/3, às 18h · Gratuito

 

Mostra de Vídeo Arte FDA: Programa 3 – Vídeo/poesia (58′)

VT Preparado AC/JC, de Pedro Vieira e Walter Silveira (TVDO)

(1986, 10′) O trabalho do poeta Augusto de Campos encontra a música de John Cage. As palavras ‘silêncio’ e ‘violência’ piscam na tela preto e branco e dão início a dez minutos de pura poesia eletrônica. Com a participação de Arrigo Barnabé, Waly Salomão, Décio Pignatari e Haroldo de Campos.

Carlos Nader, de Carlos Nader

(1997, 16’46”) Um ensaio sobre os limites da identidade que explora o conceito de autobiografia, esse vídeo premiado inclui entrevistas com o poeta Waly Salomão, o filósofo Antônio Cícero e a travesti Jaqueline Kennedy Onassis.

4 Linhas, de Maria Cattani

(2004, 1’21”) Parte de uma série de vídeos da artista cujo trabalho é marcado pela repetição e a articulação de sistemas. 4 Linhas mostra formigas criando linhas.

Videoflash, de Michel Jaffrennou e Patrick Bousquet

(1982, 8′) Explorando a maleabilidade da edição eletrônica e sua propensão a trocadilhos visuais, Videoflash é uma sequência de momentos de alquimia entre a imagem e a TV.

Eu Não Tenho Palavras, de Lucas Bambozz

(1998, 22′) Trabalho experimental que usa situações aleatórias que não são nem ficção nem documentário. Impressões e autoexpressões se misturam em um jogo com as possibilidades de criação de significado.

7 e 10/3, às 18h; 5 e 11/3, às 19h30 · Gratuito

 

Mostra de Vídeo Arte FDA: Programa 4 – Vídeo/realismos (65′)

O Espírito da TV, de Vincent Carelli – Vídeo nas Aldeias

(1990, 18′) Começando com a chegada de uma canoa e um aparelho de vídeo em sua vila, esse trabalho documenta as emoções e reflexões dos Waiápi de Mariry quando eles encontram a sua própria imagem e a de outros pela primeira vez. O vídeo mostras suas reações e comentários durante e depois das exibições de imagens da primeira viagem à Brasília feito por seu chefe para conversar com o governo, noticiários e vídeos de vários outros povos nativos. Inclui também o registro de uma sessão de gravação direcionada pelos Wai-Wai para as várias vilas em seu território.

Heróis 2, de TVDO

(1987-2003, 31’26”) Uma compilação da série seminal Heróis da Decadência da TVDO. Um programa de variedades meditativo, engraçado, irreverente, que faz referências a quase tudo, apresentado em um formato que parece uma combinação do cinema de Glauber Rocha, o formalismo de Dziga Vertov e a bufonaria anárquica do apresentador de televisão Chacrinha.

Amigo Urso, de TV Viva

(1985, 10’45”) Repórter Brivaldo, do programa “Bom Dia Déo” pergunta às pessoas na periferia de Recife se eles já chifraram seus parceiros. Cornélia Chinfrim, uma repórter interpretada pelo mesmo ator, faz a mesma pergunta a burguesia que se encontra na praia da Boa Viagem. Assumidamente populista e reminiscente do documentário que Pier Paolo Pasolini fez dos hábitos sexuais dos italianos em 1965, Comizi D’Amore, Amigo Urso consegue com sucesso simultaneamente falar sem condescendência a língua dos sujeitos mostrados e ao mesmo tempo ilustrar com sutileza questões relacionadas à masculinidade, casamento, direitos das mulheres e classe social.

Afinação da Interioridade, de TV Zero/Roberto Berliner

(2001, 1′) Uma entrevista com Gilberto Gil editada com uma boa dose de irreverência, que apesar de sua curta duração, revela com eloquência o homem por trás do artista.

Paradátudo, de Brócolis VHS

(2002, 6′) Foliões na Parada Gay de São Paulo em 2002 dão voz a seus desejos por liberdade e coletivamente formam uma imagem que inadvertidamente desafia a tendência da cultura gay comercial de adotar definições precisas.

5 e 11/3, às 18h; 7 e 9/3, às 19h30 · Gratuito

 

PAINEL LITERÁRIO

Lançamento do livro Diário do Hospício

Luciano Feijão

O livro reapresenta a obra de domínio público de Afonso Henriques de Lima Barreto, escritor negro e jornalista carioca (1881-1922), em diálogo com a obra do ilustrador capixaba Luciano Feijão. Essa é a primeira publicação de Diário do Hospício em livro ilustrado por um artista, com qualidade editorial e gráfica.

Luciano Feijão é professor, artista visual, ilustrador, coordenador do Núcleo de Pesquisa em Ilustração Editorial (Nupie), mestre em Artes pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e idealizador do Seminário de Ilustração e Narrativas Visuais (Sinav), que ocorre desde 2016 no Centro Cultural Sesc Glória.

19/3, 19h, na Sala da Palavra Milson Henriques, duração: 2h · Gratuito · Livre

 

PROJETO BIBLIOTECA E HORIZONTES

Bate-papo na Biblioteca

Laís Muller e Ligia Pessin

O tema desta edição será “Literatura infantil e novas tecnologias: uma perspectiva para a primeira infância”. Compreender o papel do adulto como emissor das primeiras narrativas infantis. Conhecer a hipótese teórica de Educar na curiosidade e a seleção de livros a posteriori, na perspectiva de Cecília Meireles. Repensar os meios de comunicação e as novas tecnologias. Propor uma forma de apresentar a Literatura infantil às crianças, no período da pré-alfabetização. Entender os aspectos do desenvolvimento psicológico das crianças na primeira infância. Estes são os propósitos do encontro que terá a participação da psicoterapeuta Laís Muller, especialista em psicologia clínica e neuropsicóloga, e da jornalista Ligia Pessin.

25/3, 17h30, Biblioteca Guilherme Santos Neves · Gratuito · 40 vagas · Livre

 

EXPOSIÇÃO

Exposição: ESTE LIVRO É— // THIS BOOK IS— // ESTE LIBRO ES—

Artes Visuais

Primeira exposição do Centro Cultural Sesc Glória tendo o ex libris como tema. A iniciativa contempla a participação de artistas visuais e gravuristas de diversas partes do mundo, por meio da Convocatória Internacional de Ex Libris lançada em 2019. Com curadoria de Monica Leão, a exposição também conta com os artistas capixabas convidados André Arçari, Elton Pinheiro, Hilal Sami Hilal e Rosana Paste.

Monica Leão é artista visual com experiência em grupos dedicados à produção, pesquisa e difusão da gravura. Produz nos deslocamentos e interações entre meios com especial interesse em questões relativas a mídias de massa, reprodutibilidade e processos gráficos, bem como aos espaços de produção, exibição e legitimação das Artes Visuais. Foi professora do primeiro módulo (Ex libris) do Grupo de Estudos em Gravura do Sesc Glória em 2019.

Abertura: 24 de março, terça-feira, às 19h30. Período expositivo: 25 de março a 10 de maio. Horários de visitação (exceto feriados): Terça a sexta, das 11h às 20h; Sábado e domingo, das 11h às 19h, Espaço Expositivo Levino Fanzeres · Gratuito · Livre

 

GRUPO DE ESTUDOS EM MEMÓRIA, PATRIMÔNIO E CULTURA

Visitas mediadas I Edifício histórico e centro cultural

Grupo de Estudos em Memória, Patrimônio e Cultura

Por sua localização privilegiada e fachada de época, o Centro Cultural Sesc Glória destaca-se como monumento arquitetônico no centro histórico da capital. O Grupo de Estudos em Memória, Patrimônio e Cultura aborda a história e preserva a memória desse espaço por meio de visitas mediadas com roteiros personalizados, gerando interlocuções sobre patrimônio, arte e cultura. As visitas (sujeitas à disponibilidade de datas e horários) são direcionadas a estudantes universitários, turistas e grupos diversos.

Às quartas-feiras (exceto feriados), das 11h às 18h, no Edifício histórico e centro cultural . Duração: 2h · Gratuito · 40 vagas · Inscrições: bit.ly/visitasescgloria (para escolas e grupos). A partir de 16 anos.

 

ILUSTRAÇÃO INSTITUCIONAL

Postais comemorativos

Grupo de Estudos em Ilustração

A série de postais que celebra os 5 anos de atividades do Centro Cultural Sesc Glória, completados ano passado, apresenta desenhos inéditos feitos pelo grupo durante o módulo “Ilustração Institucional”, coordenado por Thiago Egg de junho a agosto de 2019. Para atingir esse resultado os participantes se aprofundaram nas ações artísticas que o Sesc Glória realiza, com base nas linguagens existentes no centro cultural: Artes Cênicas, Artes Visuais, Cinema, Literatura e Música. A edição impressa é limitada e está disponível na Biblioteca Guilherme Santos Neves. A versão digital está na plataforma Issuu do Sesc Glória.

Até 31/3, das 10h às 13h, e das 14h às 19h, Biblioteca Guilherme Santos Neves.

Acesse: issuu.com/sescgloria · Livre · Obs.: de quarta a sábado.

 

ILUSTRAÇÃO EDITORIAL

Ilustrações digitais I Ilustríssimo Cartaz: interpretações gráficas

para a 3ª Mostra Sesc de Cinema

Grupo de Estudos em Ilustração

As obras apresentadas na exposição “Ilustríssimo Cartaz: interpretações gráficas para a 3ª Mostra Sesc de Cinema” em 2019, agora encontram-se disponíveis na plataforma Issuu do Sesc Glória e nas TV’s da fachada. As ilustrações, criadas pelos participantes do Grupo de Estudos em Ilustração durante o módulo “Ilustração Editorial”, coordenado pelo professor e artista visual Luciano Feijão de outubro a dezembro últimos, compõem uma série de cartazes inspirados em filmes da Mostra Sesc de Cinema, que reuniu produções audiovisuais brasileiras recentes.

Até 31/3, das 11h às 20h · Gratuito · Acesse: issuu.com/sescgloria · Livre.

 

ENCONTROS

A Partir do Centro

Parceria Sesc, Secult/ES e Semc/PMV

A Partir do Centro é um evento de valorização da memória e do futuro que conta com a parceria do Sesc, da Secult/ES e da Semc/PMV. Um esforço coletivo de coletar vozes e imagens que contribuam para uma leitura do mundo. Vamos lançar os dados, propor uma aposta, onde as palavras e as imagens (re)unidas, possam nos oferecer as possibilidades de reler o mundo e a cidade, ligando os seus fragmentos desiguais, as suas partes, memórias e riscos. A cada dia, um encontro.

Encontro 1: Memória, palavra e imagens

No centro da cidade se assentaram, superpostas, narrativas e lugares, suportes, registros e desenhos das memórias, das histórias e eventos, públicos e privados.

Encontro 2: Corpos, encontros e desencontros

Os corpos e suas experiências sensoriais, podem ser os fundamentos, a medida de todas as coisas, como um projeto inconcluso.

Encontro 3: Fazeres, saberes, economia e negócios

A cidade cresceu junto ao porto, de suas viagens globais, de seus contatos, fez chegar e levar objetos e novidades, moveu comércios, trouxe imigrantes e se transforma diariamente.

SERVIÇO:

25, 26 e 27/3, quarta, quinta e sexta-feira 19h Teatro Virgínia Tamanini · Gratuito

Inscrições: @apartirdocentro (Instagram) · 16 anos

 

ARTES CÊNICAS

Aldeia Sesc Ilha do Mel

Inscrições abertas para o projeto Aldeia Sesc Ilha do Mel 2020, que acontecerá no período de 14 a 23 de maio de 2020. A proposta é realizar uma mostra local das artes cênicas com o objetivo de apresentar um panorama das produções artísticas do Espírito Santo, promovendo a troca de experiências entre os artistas e contribuindo com a formação do público em geral.

14 a 23/5 das 10h às 20h · Gratuito

Inscrições: http://bit.ly/AldeiaSesc_2020 (28/2 a 31/3)

 

ARTES CÊNICAS

Cena Local

Estão abertas, até 5 de junho, as inscrições para grupos e artistas interessados em propor espetáculos nas áreas de teatro, dança e circo para se apresentarem nos teatros do Centro Cultural.

O CENA LOCAL é um projeto que tem como propósito divulgar a produção artística capixaba, estimular a qualificação e a profissionalização dos artistas/grupos, oferecendo espaços equipados e dando a oportunidade ao público de apreciar o que é produzido nas Artes Cênicas do Espírito Santo. Para participar, acesse o link abaixo e veja todas as informações no Regulamento do projeto.

Dúvidas e mais informações: 3232.4752, das 10h às 19h · Gratuito · Inscrições: http://bit.ly/Inscricao_CenaLocal2020  (até 5/6)

 

MAIS INFORMAÇÕES: Bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória, funcionamento de terça a domingo, das 11h às 20h. Telefone: 3232.4750.

Compartilhar