Sesc Glória recebe exposições “O Grande Veleiro” e “A Maré da Vida” de 25 de abril a 15 de julho

O Sesc e o Museu Bispo do Rosário Arte Contemporânea (mBrac) se uniram para levar ao público o trabalho de um dos maiores expoentes da arte contemporânea: Arthur Bispo do Rosário (1911 – 1989). A exposição O Grande Veleiro apresenta a vida e obra do artista, que levou ao debate os limites entre a insanidade e a arte. Inaugurada em 2017 em Sergipe, estado natal de Bispo do Rosário, a mostra itinerou em Alagoas, no Rio de Janeiro e Paraty, com apresentações na Escola Sesc de Ensino Médio e no Centro Cultural Sesc Paraty, e estará em Vitória de 25 de abril a 15 de julho, no Espaço Expositivo Levino Fanzeres, no Centro Cultural Sesc Glória. A visitação será de terças a sextas-feiras, das 11h às 20 horas, já aos sábados e domingos das 11h às 19h, exceto nos feriados. Entrada franca.

O Grande Veleiro levará o visitante a vivenciar o universo de Arthur Bispo do Rosário por meio de uma mostra lúdica e interativa, embarcando na descoberta de novos olhares sobre arte e cultura a partir do repertório do artista. Bispo do Rosário foi considerado louco por alguns e gênio por outros. Sua obra foi produzida durante 50 anos de internação na Colônia Juliano Moreira, a partir de itens oriundos do lixo e da sucata. O trabalho do artista foi classificado como arte vanguardista e comparado à obra do artista Marcel Duchamp. Entre os temas que usou, destacam-se navios, fruto de sua experiência como marinheiro na juventude.

A Maré da Vida

Dialogando com O Grande Veleiro, o público conhecerá as obras da artista Ercília Stanciany em sua primeira exposição individual intitulada A Maré da Vida. Stanciany é uma artista local, que desenvolve pinturas e objetos com técnica mista e xilogravura, incluindo em seu processo criativo a matéria-prima com a qual trabalhou durante anos para tirar o seu sustento: o lixo. Ercília veio de Minas Gerais há 14 anos com a família em busca de melhores chances na vida e encontrou na coleta de lixo a sobrevivência. Em 2012 ingressou no curso de Artes Plásticas da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), estudando com os livros encontrados em meio ao material reciclável que recolhia. Durante a faculdade desenvolveu pinturas e objetos com elementos da sucata.

Projeto Arte Sesc

A exposição O Grande Veleiro compõe o projeto Arte Sesc, que desde 1981 promove a circulação nacional de mostras artísticas, alcançando o interior do país e atuando onde os intercâmbios são menos frequentes. Nos últimos dez anos, o projeto se voltou para a arte contemporânea, permitindo contato do público com obras de artistas como Beatriz Milhazes, Nuno Ramos, Rosana Ricalde, Claudio Tozzi e Carlos Vergara. As mostras são acompanhadas de catálogos e cadernos educativos, com textos críticos e sugestões de abordagens para mediações e atividades durante visitações de grupos escolares.

Programa Educativo

O Programa Educativo das exposições, coordenado pela artista, produtora cultural e arte-educadora convidada Ludmila Cayres (ES), contará com a participação de seis mediadores temporários e oferecerá Formação para Mediadores, Capacitação para Professores (Sedu, Seme e Polo Arte na Escola), Oficinas com a artista Ercília Stanciany e Palestras. Inscrições gratuitas para capacitação de professores: http://bit.ly/capacitacaosescgloria

SERVIÇO:

Exposições O Grande Veleiro e A Maré da Vida

Abertura: 24 de abril (terça-feira), às 19h30

Visitação: 25 de abril (quarta-feira) a 15 de julho de 2018 (domingo).

Local: Espaço Expositivo Levino Fanzeres, 1º pavimento – Ala Praça, no Centro Cultural Sesc Glória.

Horários de visitação: Terças a sextas, das 11h às 20h, exceto feriados I Sábados e domingos, das 11h às 19h, exceto feriados.

Classificação: Livre

Entrada franca                     

Related Posts