Cinema – Abril

Ao longo do ano de 2019, entre março e outubro, preparamos programações especiais para o público de nossas salas de cinema e clientes do Centro Cultural Sesc Glória.

Nesses meses, participaremos de circuitos nacionais do Sesc, exibindo Mostras que estarão circulando o Brasil, exibidas paralelamente em diversas cidades, de captais ao interior de diversos estados, das metrópoles aos rincões do país, formando um circuito e parque exibidor dos mais potentes e interessantes do Brasil.

Trata-se do CineSesc democratizando o audiovisual no Brasil, oportunizando o acesso ao cinema; diversificando e qualificando os repertórios dos públicos nacionais.

A principal marca do CineSesc é o foco no cinema independente. Vale dizer que os filmes participantes têm muitas dificuldades para adentrar no circuito comercial, e até quando conseguem entrar em cartaz ficam restritos a uma ou duas salas nas maiores capitais brasileiras. Fazer esses conteúdos atingirem um público mais amplo é o nosso desafio e uma de nossas tarefas mais importantes.

CONFIRA O CALENDÁRIO DAS MOSTRAS QUE ESTÃO POR VIR!

Março – A poesia do cotidiano e das cidades
Abril – Territórios hostis
Maio – Terror Giallo – A Câmera assassina: o terror giallo italiano
Junho – Corpos elétricos
Julho – Arte e seu enleio
Agosto – Hong Sang-soo: a complexa simplicidade do cotidiano contemporâneo Setembro – História de 3 Américas
Outubro – A família vai bem, obrigado!

Conforme formos nos aproximando dos períodos de cada mostra, compartilharemos mais detalhes!

MOSTRA DE CINEMA: TERRITÓRIOS HOSTIS

Os territórios são expressões do conflito entre os homens. A discussão em torno desse tema aponta diretamente para os fatores que o propiciam: as desigualdades sociais, a ganância por lucros, a especulação imobiliária e o desrespeito por populações tradicionais e históricas, os despossuídos de terra e origem (no caso, os refugiados). Enfim, a falta de compreensão em torno desses conflitos possibilitam debates fundamentais sobre o tema.

Fátima, de Philippe Faucon. Drama, França/Canadá, 2015, 79’, cor, legendado. Clas: 10 anos.

Elenco: Soria Zeroual, Zita Hanrot, Kenza Noah Aïche

Fátima cria sozinha as duas filhas: Souad, de 15 anos, adolescente rebelde; e Nesrine, de 18 anos, começando os estudos de medicina. Ela não fala bem francês, o que frustra sua comunicação com as filhas, mas ainda assim ambas são a razão para que ela siga em frente. Um dia, em seu emprego como empregada doméstica, ela cai de uma escada. Convalescendo, escreve em árabe tudo o que nunca conseguiu dizer às filhas em francês.

Em cartaz: 02, 06, 11, 16, 18 e 25/04, às 18h20. Entrada franca.

Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé. Drama, Brasil, 2016, 99’, cor. Clas: 12 anos

Refugiados recém-chegados ao Brasil dividem com um grupo de sem-tetos um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Além da tensão diária que a ameaça de despejo causa, os novos moradores do prédio terão que lidar com seus dramas pessoais e aprender a conviver com pessoas que, apesar de diferentes, enfrentam juntos a vida nas ruas.

Em cartaz: 03, 07, 12, 17 e 24/04, às 18h20. Entrada franca.

Martírio, de Vincent Carelli e Ernesto de Carvalho e Tita. Documentário, Brasil, 2016, 160’, Cor. Clas: 12 anos

Uma análise da violência sofrida pelo grupo Guarani Kaiowá, uma das maiores populações indígenas do Brasil nos dias de hoje e que habita as terras do centro-oeste brasileiro, entrando constantemente em conflito com as forças de repressão e opressão organizadas pelos latifundiários, pecuaristas e fazendeiros locais, que desejam exterminar os índios e tomar as terras para si.

Em cartaz: 04, 09, 13 e, 20/04, às 18h20. Entrada franca.

Futuro Perfeito, Nele Wohlatz . Drama, Argentina, 2016, 65’, cor, legendado. Clas: Livre

Elenco: Nahuel Perez Biscayart, Xiaobin Zhang, Saroj Kumar Malik.

Xiaobin, uma jovem chinesa de 17 anos e está perdida em um mundo novo. Após se mudar para a Argentina sem falar nenhuma palavra em espanhol, ela busca um rumo para seu futuro. Poucos dias depois de sua chegada, novos caminhos já vinham sendo traçados: ela já tinha um novo nome, Beatriz, e um emprego em um supermercado chinês. Ao se matricular em uma escola de línguas, a jovem vai aos poucos aprendendo novas palavras, ao mesmo tempo em que seu futuro é delineado.

Em cartaz: 05, 10, 14, 23 e 28/04, às 18h20. Entrada franca.

ESTREIAS

ELEGIA DE UM CRIME, de Cristino Burlan. Documentário, Brasil, 2018, 92’, cor. Clas: 14 anos

Uberlândia, Minas Gerais, 24 de fevereiro de 2011. Isabel Burlan da Silva, mãe do diretor, é assassinada pelo parceiro. “Elegia de um crime” encerra a “Trilogia do luto”, que aborda a trágica história da família. Diante da impunidade, o filme mergulha numa viagem vertiginosa para reconstruir a imagem e a vida de Isabel.

Em cartaz: 02 e 03/04, às 18h30.

Ingressos: R$ 6 (inteira), R$ 3 (meia-entrada e comerciários) e R$ 3,60 (comerciantes e conveniados)

LOS SILENCIOS, de Beatriz Seigner. Drama, Brasil/França, 2018, 89’43”, cor. Clas: 12 anos

Nuria, Fábio e sua mãe Amparo (Marleyda Soto) chegam a uma pequena ilha no meio da Amazônia, na fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru. Eles fugiram do conflito armado colombiano onde o pai (Enrique Diaz) desapareceu. Certo dia, ele reaparece na nova casa de palafitas. A família é assombrada por esse estranho segredo e descobre que a ilha é povoada por fantasmas.

Em cartaz: de 11 a 17/04, 20, 23 e 24/04, às 18h30. EXCETO SEGUNDAS-FEIRAS

Ingressos: R$ 6 (inteira), R$ 3 (meia-entrada e comerciários) e R$ 3,60 (comerciantes e conveniados)

SESSÕES INFANTIS:

HISTORIETAS ASSOMBRADAS, O FILME, de Victor-Hugo Borges . Animação, Brasil, 2017, 90’, cor. Clas: Livre

Elenco: Charles Emmanuel, Nadia Carvalho, Iara Riça

Aos 12 anos, Pepe mora com sua avó, uma bruxa-empresária e descobre que é adotado. Ao saber que seus pais estão vivos ele parte em uma aventura para encontrá-los. O menino atrai a atenção de Edmundo, um vilão biomecânico que precisa da energia de crianças para se tornar imortal.

Em cartaz: 07, 13 e 27/04, às 14h30. Entrada franca.

Minha Vida de Abobrinha, de Claude Barras. Animação, França, Suíça, 66’, 2016, cor, dublado. Clas: Livre

Abobrinha é um apelido intrigante para um menino de 9 anos de idade, e sua história única, apesar de única, é surpreendentemente universal. Após a morte repentina de sua mãe, Abobrinha torna-se amigo do policial Raimundo, que acompanha o garoto até seu lar adotivo repleto de outros órfãos de sua idade. A princípio, Abobrinha luta para encontrar seu lugar nesse ambiente estranho e, por vezes, hostil. Assim, com a ajuda de Raimundo e novos amigos, Abobrinha aprende aos poucos a confiar, encontrar o amor verdadeiro e ao final uma nova família para si.

Em cartaz: 06, 14, 20 e 28/04, às 14h30. Entrada franca.

CINE NOVOS SENTIDOS:

Sessões regulares voltadas para o público com deficiência visual, auditiva e motora promovendo a inclusão e o acesso ao cinema.

TOUR DE FRANCE, de Rachid Djaïdani. Comédia dramática, França, 2017, 93’, cor. Clas: 14 anos. Elenco: Sadek, Gérard Depardieu, Louise Grinberg.

Far’Hook é um jovem rapper de vinte anos que é forçado a deixar Paris por um tempo. Seu produtor, então, recomenda que o jovem artista passe um tempo com seu pai, Serge, um homem decidido a seguir os passos de Joseph Vernet, um famoso pintor francês. Logo, o rapper se junta a Serge e a jornada dos dois criará uma amizade improvável entre dois homens extremamente distintos.

Em cartaz: 27/04, às 17h10. Entrada franca.

Compartilhar
Evento Detalhes
  • Data do evento
    1 de abril de 2019
  • Data Final
    30 de abril de 2019
  • Classificação
    Confira em cada atração
  • Categorias